Ortodontia é a área da Medicina Dentária responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento de patologias relacionadas com o mau posicionamento dos dentes, maxilares e tecidos moles, de forma a restabelecer a função e harmonia do seu sorriso.

Disfunções dento-faciais dificultam a mastigação e a higiene oral, favorecem a acumulação de placa bacteriana e tártaro, o aparecimento de cáries e de inflamação gengival. Desta forma, o tratamento ortodôntico é fundamental para melhorar a funcionalidade e a saúde da sua boca, para além de contribuir para uma aparência mais agradável e harmoniosa.

Dentes alinhados facilitam a higienização, a mastigação, a fonética e a respiração e melhoram a aparência estética. Aconselhamos que as crianças a partir dos 4 anos sejam levadas ao Ortodontista, de forma a detetar precocemente eventuais patologias ortodônticas e prevenir possíveis complicações.

Na nossa clínica dispomos de diversas opções de tratamento ortodôntico. A ortodontia fixa pode ser realizada de 2 formas, isto é, através de aparelhos ligados ou auto-ligados. Os aparelhos ligados utilizam as “borrachinhas” e podem ser metálicos ou estéticos. Por outro lado, os aparelhos auto-ligados não utilizam as “borrachinhas” e em determinados casos poderá até diminuir o tempo de tratamento. Tal como os aparelhos ligados, os aparelhos auto-ligados podem também ser metálicos ou estéticos, dependendo da preferência do paciente.

marcar consulta

ETAPAS DO TRATAMENTO

1º – CONSULTA DE AVALIAÇÃO
É nesta fase que a nossa equipa executa o planeamento personalizado de cada caso, tendo sempre em consideração as necessidades e expectativas do paciente. Para tal, são realizadas fotografias intra e extra-orais e exames complementares de diagnóstico, como a radiografia dentária, o scanner intra-oral, CBCT (TAC), entre outros.

2º – CONSULTA DE COLOCAÇÃO DE APARELHO ORTODÔNTICO
Nesta fase ocorre a colagem dos brackets nos dentes, sendo estas peças em conjunto com os arcos as responsáveis por corrigir e alinhar o seu sorriso. Este procedimento é indolor e a partir do momento da sua colocação irá começar a sentir o movimento dos dentes para a posição desejada, podendo, inicialmente, originar um pequeno desconforto.

3º – CONSULTA DE CONTROLO
Esta etapa é de elevada importância para obter os resultados pretendidos. Nestas consultas fazemos uma avaliação da evolução clínica, a troca dos arcos, a alteração dos elásticos (no caso de aparelhos ligados bem como a orientação da higienização.

4º – CONSULTA DE REMOÇÃO DO APARELHO
Este é o grande dia: é o último passo e é nesta fase que ocorre a remoção do aparelho dentário e se colocam as contenções.

marcar consulta

PERGUNTAS FREQUENTES

A duração do tratamento ortodôntico é variável de pessoa para pessoa, dependendo do grau de complexidade do problema a tratar e das características individuais de cada um.

O correto alinhamento dos dentes facilita a higienização, a mastigação, a respiração e a fonética. Para além disso, contribui para aumentar a autoestima e confiança, uma vez que contribui para uma aparência estética mais harmoniosa e agradável.

Sim.  O desporto contribui para a melhoria da saúde em geral, pelo que nunca deverá ser deixado de lado. No entanto, em desportos de contacto ou com elevado risco, deverá ser utilizada uma goteira de proteção.

Não. A colocação de aparelho dentário não causa dor, no entanto é possível que cause um ligeiro desconforto, nomeadamente após ser colocado ou ajustado.

Sim. O aparelho dentário pode ser colocado mesmo em quem toque este tipo de instrumentos. Com o tempo, a prática e a adaptação, será possível manter a boa performance musical.

O aparelho de contenção é colocado após a remoção do aparelho dentário e permite manter os resultados do tratamento ortodôntico, evitando que os dentes voltem a ficar desalinhados. Normalmente este aparelho é fixo e caracteriza-se por um fio de aço, fixado à face interna dos dentes de uma forma permanente e invisível. É essencial que sejam utilizados durante toda a vida, uma vez que são um excelente aliado para manter os resultados obtidos e evitar eventuais problemas futuros.

Sim. Embora numa primeira fase pareça que estes dois tratamentos são incompatíveis, na prática clínica não o são. Ter implantes dentários não impede o uso de aparelho dentário. No entanto, é sempre necessária uma avaliação criteriosa, detalhada e personalizada de cada caso.

Se o paciente tiver vários implantes, o tratamento ortodôntico poderá não ser tão simples ou poderá não estar recomendado, porém não é impossível, pelo que recomendamos uma consulta de avaliação com um dos nossos Médicos Dentistas para perceber qual a viabilidade do tratamento ortodôntico e quais as opções de tratamento para o seu caso.

MARQUE JÁ A SUA CONSULTA

CONTACTO